Campanhas

Apadrinhamento Afetivo



Secretaria responsável: Assistência Social

O programa permite que crianças e adolescentes em instituições de acolhimento, e que tem poucas chances de voltarem ao convívio com suas famílias ou de serem adotados, construam vínculos afetivos estáveis com padrinhos e madrinhas que estejam dispostos a oferecer atenção, carinho e cuidado, por meio de visitas e atividades. Também existe o Apadrinhamento Voluntário e Provedor (doação financeira).
 
Atividades
• Levar o afilhado (a) para passear;
• Acompanhar e ajudar nas tarefas da escola;
• Levar ao médico;
• Conversar e aconselhar;
• Realizar brincadeiras em dias de visita ao abrigo.
 

Vantagens
Apadrinhar uma criança ou adolescente significa oferecer referências afetivas que colaboram com o seu desenvolvimento, além de fazer com que sintam-se apoiados e fortalecidos para a construção de uma vida emocional e psicológica saudáveis.

Para mais informações, procurar pelo Centro de Referência Especializado em 
Assistência Social (CREAS), na Avenida Celeste, nº 186 ou no telefone (11)4184-6025.
 

Critérios para Apadrinhar
• Ter disponibilidade de tempo para participar da vida do afilhado (a);
• Ter mais de 21 anos (a diferença de idade dever ser de no mínimo 16 anos);
• Não estar no Cadastro Nacional de Adoção;
• Apresentar a documentação exigida;
• Permitir visitas técnicas na sua residência;
• Respeitar as normas das instituições de acolhimento.